quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Confirmado: Jim Caviezel está de volta como Jesus na sequência de “A Paixão de Cristo”

Mel Gibson retorna à direção em um filme que promete fugir do senso comum e "explorar significados mais profundos da ressurreição".


O ator Jim Caviezel, que interpretou Jesus Cristo no filme A Paixão de Cristo, de Mel Gibson, em 2004, está confirmado na sequência do filme, que deve se chamar A Ressurreição. “Vai ser grande. Fiquem ligados”, disse o ator de 49 anos ao USA Today na segunda-feira (29/01). “Esse vai ser o maior filme da história. É muito bom”.
Segundo Caviezel, Gibson finalmente decifrou a história que deseja contar no filme e as datas das filmagens já estão agendadas. “Coração Valente foi um filme que levou um bom tempo para ser solucionado. A Paixão também. E o mesmo para este novo filme. Mas Gibson finalmente captou o que queria. Então está a caminho”, disse o ator.
Em uma entrevista a Raymond Arroyo em novembro de 2016, Gibson disse que a construção do roteiro de um filme sobre a ressurreição
é uma tarefa complexa. “Não se trata simplesmente de um homem que volta, passa através de paredes, tem buracos nas mãos e come peixe. É uma experiência teológica grande e vasta”, disse o diretor. “É tipo uma viagem psicodélica”.
À pergunta de Arroyo sobre se não se trata apenas de apresentar a ressurreição e o conteúdo dos Atos dos Apóstolos, Gibson respondeu: “Não, não é isso. É algo como: por que eles não o reconheceram no caminho de Emaús?”
Em agosto, em entrevista a Greg Laurie, ele já havia dito: “Sabe, todos nós podemos ler o que aconteceu, mas para realmente experimentar e explorar significados mais profundos da ressurreição, vamos ter algum trabalho”.
No mesmo ano, Gibson disse ao USA Todayque ele e sua equipe estavam tentando “retratar a ressurreição de uma maneira cinematograficamente convincente e esclarecedora, para que ela ofereça uma nova luz, se possível, sem criar algo bizarro”.
A pré-produção da sequência foi anunciada em junho de 2016 e o seu roteiro está a cargo de Randall Wallace, que trabalhou com Gibson em Coração Valente. Wallace também foi o roteirista de Pearl Harbor e O Homem da Máscara de Ferro, também dirigido por ele.

0 comentários:

Postar um comentário