MISA COM ORAÇÃO POR CURA E LIBERTAÇÃO CLAMANDO POR MILAGRES. 23 DE JULHO

ABRA - TE À RESTAURAÇÃO

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Matt Damon: a decisiva “regra das duas semanas” de um homem de família

O astro fala dos momentos que não quer perder na vida – e revela uma impactante faceta que todo bom pai reconhece.

Em Hollywood, a luz de uma estrela pode brilhar de repente e, tão rapidamente quanto, se apagar da noite para o dia. Mas o astro Matt Damon está mostrando que alguns valoresimportam mais do que a fama. Matt, protagonista de muitas produções notáveis, incluindo o recente quinto filme da muito bem-sucedida série Bourne, considera que o tempo vivido junto à sua família é muito mais valioso que a popularidade. E ele é uma celebridade que não tem medo de dizer não a grandes oportunidades quando elas exigem que ele passe longos períodos longe de suas filhas.
Em uma entrevista à KIIS FM, Matt Damon, pai de quatro filhas, revelou que, para ele, todo contrato para atuar em um filme começa com uma discussão familiar.

Sempre depende da família. Se [o filme] for interferir demais [na vida familiar], eu simplesmente não posso fazer. Nós procuramos nunca ficar duas semanas separados. Temos esta regra das duas semanas. [Antes] o período mais longo que já passamos separados foi de três semanas”.
Damon e sua esposa, Luciana Barroso, estão unidos há 11 anos e, juntos, têm três filhas: Isabelle, de 10, Gia, de 7, e Stella, de 5. Luciana também é mãe de Alexia, 17 anos, fruto de seu casamento anterior. Se o casal decide que um determinado trabalho no cinema é viável, eles muitas vezes levam a família toda para o local das filmagens. “Às vezes, é uma aventura. No ano passado eu fiquei seis meses na China e foi uma grande viagem de família, incrível”, conta Matt.
A rejeição de Matt Damon aos “ideais” de Hollywood, optando em vez disso por uma vida conjugal e familiar relativamente calma, não é nova para o ator de 45 anos. Desde que se casaram, em 2005, Matt e Luciana são vistos como “sem graça” para os padrões de Hollywood. Não houve manchetes lascivas sobre eles nos jornais de fofocas. Matt Damon parece bem consciente de que o sucesso no casamento e na família, assim como no cinema, exige sacrifício e trabalho duro. E mais do que isso: em muitas entrevistas, Matt fala abertamente da sua alegria simples ao passar o tempo com as filhas e a esposa. “Eu acredito que você tem que estar o máximo possível com a pessoa que você ama tanto”, declarou ele em 2015. “A minha esposa é minha alma gêmea. Eu não gosto de ficar longe dela”.
A voz de Matt Damon ressoa com um senso de clareza e realismo incomum em Hollywood. É raro ouvir um famoso, ainda mais alguém tão famoso como Matt Damon, afirmar que sacrifica voluntariamente a fama para viver as pequenas coisas que mais importam para as suas filhas: os lanches depois da escola, a dança, as aulas de natação…
Quando Matt Damon fala dos momentos que não está disposto a perder, ele revela um lado mais poderoso de si mesmo; um lado que todos os bons pais conseguem entender. Ele fala do ponto de vista de um marido e pai que tenta equilibrar as relações mais importantes da vida com as necessidades de trabalho e os objetivos pessoais de sucesso. É a luta universal, o grande equilíbrio buscado pelos bons pais em todos os lugares. E é “estranhamente reconfortante” saber que Matt Damon também está combatendo o bom combate!


Fonte: Aleteia

0 comentários:

Postar um comentário