ENCONTRO DE CURA E LIBERTAÇÃO

17 DE DEZEMBRO

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Jogue fora tudo aquilo que atrapalha o seu caminho

Jogue fora todas as palavras de desânimo e negatividade que ouvir enquanto caminha, as mágoas que guarda inutilmente, o medo de
ser feliz, a falsa imagem que possui de si mesmo.

Não é tão simples termos a certeza sobre o que deve ficar e o que deve ser jogado fora de nossas vidas, pois os sentimentos costumam nos trair quanto à sua relevância e real necessidade. Se não formos fortes o suficiente para tomarmos a decisão de ir em frente, de seguir adiante, deixando para trás o que nos emperra os passos, todos os dias, por mais que a vida diga não, pouco avançaremos. Mas é preciso jogar fora.

Jogue fora todas as palavras de desânimo e negatividade que ouvir enquanto caminha em direção ao que almeja. Não dê ouvidos àqueles discursos de que você não vai conseguir, porque isso não o fará feliz e será muito difícil. Acreditar em si mesmo requer que se ignorem conselhos pessimistas de pessoas que pararam no tempo e no espaço e desconhecem o que é lutar. Continue a caminhar.
Jogue fora a falsa imagem que possui de si mesmo, aquela que você insiste em manter a respeito de seu real valor e de todo potencial que existe dentro de si. Por que, afinal, você não seria capaz de conseguir, se tantos o conseguem? Nem ouse pensar que é menos do que alguém, em nenhum sentido; cada um de nós possui uma força própria e uma luz, capazes de clarear os passos em direção à realização dos sonhos. Continue a tentar.
Jogue fora as mágoas que guarda inutilmente e que nada mais fazem do que subtrair energia positiva e diminuir a cadência da vibração de seu viver. Muitas vezes, carregamos ressentimentos relacionados a pessoas que nem fazem mais parte do que estamos vivendo, que nem mais se lembram de nossa existência. Se elas seguem sem nós, sigamos nós também sem elas, pois, se elas podem, nós também podemos. Continue a esquecer.
Jogue fora esse medo de ser feliz. Muitos de nós não nos permitirmos a felicidade, como se ela não nos pertencesse, como se não merecêssemos sentir alegria. Assim, sempre que tudo corre bem, ficamos em estado de alerta, ressabiados, como se, a qualquer momento, aquilo tudo se desmoronará. Pare de correr da felicidade, deixe-a alcançar a sua vida, pois você merece, sim, sentir-se feliz e realizado, é isso que vale a pena. Continue a sorrir.
É preciso acordar, todos os dias, com o propósito de alcançar o que se quer, com a intenção de rir e sorrir com sinceridade, junto às pessoas que tornam a vida especial e única. Desviar-se dos caminhos tortuosos, distanciar-se das pessoas conflitivas, não ser morada de coisa ruim, saber que a alegria é um direito seu, tudo isso é o que deverá ser guardado como preciosidades, junto ao coração. O resto é descartável e deve ser largado pelo caminho, enquanto a gente continua, sem hesitar, sempre em frente.

Fonte: Aleteia


0 comentários:

Postar um comentário