MISSA DO ABRA - TE À RESTAURAÇÃO

27 DE AGOSTO

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Brasileiros investem 20 milhões de reais em festas juninas para os deputados

Tudo em nome de Santo Antônio, São João, São Pedro e São Paulo.
As festas juninas têm origem abertamente católica: elas celebram Santo Antônio, São João, São Pedro e São Paulo. É claro que os interesses ideológicos e comerciais deram seu jeito de deturpar o sentido religioso das comemorações, assim como fizeram com o Natal, a Páscoa, o Carnaval, o Dia das Mães, o Dia dos Pais, o Dia das Crianças e qualquer outra data inicialmente baseada em valores espirituais e familiares, mas que agora serve como poderoso gatilho de vendas – de bebidas alcoólicas, neste caso em particular.

Como quer que seja, a origem católica dessas comemorações deveria ser suficiente para que os católicos tivessem menos inconsciência e leviandade e se deixassem ludibriar com menos facilidade pelo arremedo a que essas festas foram reduzidas.
Ou, pelo menos, para que tivessem a decência de não permitir que elas se tornassem a enésima desculpa de políticos irresponsáveis e imorais para torrar dinheiro público em suas fogueiras privadas.
O INVESTIMENTO
Entre os dias 20 de junho e 1º de julho de 2016, os contribuintes brasileirosinvestirão a bagatela de 20 milhões de reais para que os seus deputados federais usufruam de folga extra durante as festas juninas, em plena e tão chorada crise econômica e política. Na semana de 19 a 25, o presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), manteve a casa parada em 3 dos 5 dias úteis. Motivo? Feriado de São João, em 24 de junho. Nesta semana, de 26 de junho a 2 de julho, as homenagens a São Pedro, em 29 de junho, servem comoedificante justificativa para não trabalharem durante 4 dos 5 dias úteis. É o caso de averiguar, aliás, quantos participaram e em que consistiu o suposto dia de trabalho, que foi ontem, no meio de tão merecido descanso.
investimento de 20 milhões de reais bancado pelos bolsos dos brasileiros nestes dias festivos está cobrindo o valor diário consumido pelos nobres deputados federais: 2,87 milhões de reais.
Se você pensa que leu DOIS MILHÕES E OITOCENTOS E SETENTA MIL REAIS POR DIA, saiba que você leu corretamente. Você leu DOIS MILHÕES E OITOCENTOS E SETENTA MIL REAIS POR DIA.
Por dia?
Por dia.
Este investimento nacional vai para os salários dos deputados federais e para os seus gastos com auxílio moradia, verba de gabinete, alimentação, transporte, aluguel de veículo e imóveis e a relevantíssima e imprescindívelverba para propaganda dos seus mandatos. Na verdade, o investimento é ainda mais vultoso: neste cálculo, não estão sendo incluídas a manutenção dos prédios da Câmara nem o que é pago a servidores concursados e terceirizados.
Os DOIS MILHÕES E OITOCENTOS E SETENTA MIL REAIS POR DIAsão investidos TAMBÉM quando os nobres deputados federais estão de folga, saltitando ou não por sobre suas fogueiras particulares. Cada um desses dias de folga TAMBÉM recebe oinvestimento de DOIS MILHÕES E OITOCENTOS E SETENTA MIL REAIS.
De acordo com o site Congresso em Foco, os bolsos dos brasileiros investemem seus nobres deputados federais 1 bilhão de reais por ano. Oinvestimento por deputado federal é distribuído nos seguintes conceitos:
  • Salário: R$ 33.763,00 por mês (R$ 438.919,00 por ano)
  • Ajuda de custo: R$ 1.406,79 por mês (R$ 16.881,50 por ano)
  • Transporte, alimentação, aluguéis e outros: R$ 39.884,31 por mês (R$ 478.611,67 por ano)
  • Auxílio-moradia: R$ 1.608,34 por mês (R$ 19.300,16 por ano)
  • Verba de gabinete para até 25 funcionários: R$ 92.000 por mês (R$ 1.104.000,00 por ano)
  • Total por deputado: R$ 168.662,44 por mês (R$ 2.023.949,28 por ano)
  • Total dos 513 deputados: R$ 86.523.831,72 por mês (R$ 1.038.285.980,64 por ano)
Se você pensa que leu UM BILHÃO, TRINTA E OITO MILHÕES, DUZENTOS E OITENTA E CINCO MIL, NOVECENTOS E OITENTA REAIS E SESSENTA E QUATRO CENTAVOS, saiba que você leu corretamente. Você leu UM BILHÃO, TRINTA E OITO MILHÕES, DUZENTOS E OITENTA E CINCO MIL, NOVECENTOS E OITENTA REAIS E SESSENTA E QUATRO CENTAVOS.
E falta somar o Senado, o Executivo nas esferas federal, estadual e municipal, o Legislativo nas esferas estadual e municipal e o Judiciário, sem mencionar os investimentos em propinas, que, conforme os últimos muitos meses têm demonstrado, superam o PIB de diversos países.
Caso você resolva que já está na hora de acordar deste lindo conto de fadas e, para começar com alguma coisa, decida escrever ao seu deputado comunicando-lhe que a nação não está necessitada de fogueiras no momento, é bom agir rápido. Daqui a 3 semanas, a Câmara contará com outra folga geral: o recesso parlamentar oficial de 18 a 31 de julho.
E caso você pense que este conteúdo não deveria ser publicado em um site católico, poderá discutir a questão com oPapa Francisco.
__________________________
Com informações de El País

0 comentários:

Postar um comentário