MISA COM ORAÇÃO POR CURA E LIBERTAÇÃO CLAMANDO POR MILAGRES. 23 DE JULHO

ABRA - TE À RESTAURAÇÃO

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Meditando o Evangelho deste domingo 14 de Fevereiro 2016

Jesus é posto à prova - Lc 4,1-13.

Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do rio Jordão e, no Espírito, era conduzido pelo deserto. Ali foi posto à prova pelo diabo, durante quarenta dias. Naqueles dias, ele não comeu nada e, no final, teve fome. O diabo, então, disse-lhe: “Se és o Filho de Deus, manda que esta pedra se transforme em pão”. Jesus respondeu: “Está escrito: ‘Não se vive somente de pão’”.
O diabo o levou para o alto; mostrou-lhe, num relance, todos os reinos da terra, e lhe disse: “Eu te darei todo este poder e a riqueza destes reinos, pois a mim é que foram dados, e eu os posso dar a quem eu quiser. Portanto, se te prostrares diante de mim, tudo será teu”. Jesus respondeu-lhe: “Está escrito: ‘Adorarás o Senhor teu Deus e só a ele prestarás culto’”. 
Depois, o diabo levou Jesus a Jerusalém e, colocando-o no ponto mais alto do templo, disse-lhe: “Se és Filho de Deus, lança-te daqui abaixo. Pois está escrito: ‘Ele dará ordens aos seus anjos a teu respeito para que te guardem’, e ainda: ‘Eles te carregarão nas mãos, para que não tropeces em alguma pedra’”. Jesus, porém, respondeu: “Também foi dito: ‘Não porás à prova o Senhor, teu Deus’”. Terminadas todas as tentações, o diabo afastou-se dele até o tempo oportuno. 

Bíblia Sagrada, tradução da CNBB, 2ª ed., 2002.


Domingo da Tentação. O diabo verdadeiro é provocador. Parece ser esta a sua função. Apresentou-se diante de Deus com o intuito de provocar Jó, um homem justo e santo aos olhos de Deus, e hoje se apresenta diante de Jesus no deserto também para provocá-lo. E o faz com arte. Por três vezes o tentador se defronta com Jesus. Notem como procede o diabo. Inicia a primeira e a terceira tentação com uma dúvida em forma de interrogação: Se és o Filho de Deus.

Sabe o demônio quem é este Jesus ou não sabe? Sabendo ou não, a pergunta tem a ver com o poder de Deus. Se você é o Filho de Deus tem poder para transformar pedras em pão, assim como pode contar com uma legião de anjos para sustentá-lo num voo rasante deste ponto alto do Templo até lá em baixo. Pode se jogar que nada de mal lhe acontecerá. Você é Filho de Deus. Jesus responde com textos bíblicos. O pão tem a ver com a necessidade humana da fome. O milagre é de Deus, mas a fome é do homem. Assim mesmo não só de pão vive o homem. Na terceira tentação não há milagre. Há só vaidade de quem quer provocar o próprio Deus, que não se põe à prova. Mas a segunda tentação, vejam que ali o diabo não põe a interrogação “Se és Filho de Deus”, porque ele está falando com o homem Jesus e o testa no que é próprio do homem: o poder e a glória. Eu te darei todo o poder e toda a glória de todos os reinos da terra. Em troca de quê? O que vale tanto quanto o todo deste mundo ou o que vale mais? Você, eu, este homem Jesus prestes a se prostrar diante do diabo. 

Vejam como o diabo valoriza o ser humano, que não se valoriza se a ele se entregar. O ser humano vale mais do que tudo, e o diabo o quer todo inteiro, quer a sua pessoa, seu corpo e sua alma, em troca de poder e glória, que valem menos do que eu mesmo. O diabo dá todo poder e toda glória em troca da minha pessoa.

O poder demoníaco e sua glória se realizam na dominação do ser humano. Estavam Jesus e o diabo num lugar alto de onde podiam ver todos os reinos da terra. Assim está escrito e também está escrito que o diabo mostrou-lhe todos esses reinos “num relance”, ou num instante. O instante existe agora e já acaba de passar. Não é o que está na frente nem é o que ficou para trás. É o agora fugidio que já passou. É esse o tempo de posse do mundo dado pelo demônio. Adorarás ao Senhor teu Deus e só a ele servirás, porque isto fica e é para sempre como Ele, o Senhor é desde sempre e para sempre. Não é no relance de um instante.

0 comentários:

Postar um comentário