MISSA DO ABRA - TE À RESTAURAÇÃO

27 DE AGOSTO

quarta-feira, 24 de junho de 2015

#Precisamos falar sobre aborto, diz a campanha dos artistas - mas eles falam de tudo... menos do aborto

OK, vamos falar sobre aborto. Melhor ainda: vamos ver vídeos de abortos. Você prefere por sucção ou curetagem?


Faz alguns meses que circula pela internet uma campanha chamada#Precisamos Falar Sobre Aborto. Artistas e personalidades da mídia literalmente vestem a camiseta com esta mensagem. A campanha fala muito sobre a gravidez indesejada, a responsabilidade(?) de gerar um filho, afirma que aborto é questão de saúde pública, que o corpo é da mulher, que há muito aborto clandestino, que há pais que não querem assumir o bebê... Fala, enfim, de muitos assuntos que, sem dúvida alguma, são graves, sérios, complexos e precisam mesmo de um debate profundo e abrangente.

Mas falar destes assuntos não é falar do aborto.

Vamos falar sobre aborto? Sobre aborto mesmo? Você quer falar sobre o envenenamento salino, a sucção ou a curetagem? Você prefere falar do aborto que queima o bebê, que o despedaça dentro do útero por sucção ou que o pica em pedacinhos?

Precisamos mesmo falar sobre aborto. E em detalhes!

Mais que isso: precisamos mostrarvídeos sobre aborto. Precisamos fazer excursões a clínicas de aborto. Precisamos visitar o depósito dos cadáveres nas clínicas de aborto. Precisamos, mesmo, falar sobre aborto.

Comecemos com um documentário: "Blood Money - Aborto Legalizado". Ele fala sobre aborto. E nós #Precisamos Falar Sobre Aborto.


 
sources: ALETEIA

0 comentários:

Postar um comentário