ENCONTRO DE CURA E LIBERTAÇÃO

17 DE DEZEMBRO

segunda-feira, 30 de março de 2015

Que tipo de ser humano dispararia contra esta criança de 4 anos de idade?

Que tipo de arma levou esta pequena menina síria a se render imediatamente?

A fotojornalista Nadia Abu Shaban postou em uma rede social a imagem de uma menina síria de 4 anos de idade com as mãos para o alto, em gesto de rendição, com uma expressão facial que mistura medo, fragilidade, resignação e apatia. A foto viralizou e foi compartilhada por dois milhões de internautas.

Mas não foi diante de uma arma de verdade que a criança se rendeu. O que ela confundiu com uma arma era apenas a câmera do fotógrafo.

E isso, talvez, seja ainda mais alarmante do que a cena corriqueira de crianças executadas selvagemente.

Milhares de milhões de crianças nascem, crescem e sobrevivem empermanente estado de medo, tão assombradas pelo fantasma da violência a ponto de reagirem com instintiva resignação diante de qualquer aparência de ameaça. A característica curiosidade infantil, que levaria uma criança em ambientes normais a querer conhecer e tocar no objeto novo, se transforma em uma quase certeza subconsciente de que aquilo é apenas mais uma das incontáveisferramentas de morte com que elas são torturadas todos os dias em sua própria pátria.

guerra na Síria já dura quatro anos, matou 215 mil pessoas, obrigou 4 milhões a fugirem para o exterior e transformou 7 milhões de cidadãos sírios em refugiados internos sem perspectiva de paz. O terrorismo fanático do grupo fundamentalista Estado Islâmicotransformou o cenário já cruel da guerra civil em uma sanguinária perseguição religiosa de extermínio das minorias, entre as quais os cristãos, os yazidis e até os próprios muçulmanos de outras vertentes.

Fonte: Aleteia

Para Curtir a nossa Página no Facebook Clique Aqui!

0 comentários:

Postar um comentário